sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Amor imenso

Francisco Muniz


O título fala de uma canção homônima do cantor e compositor pernambucano Nando Cordel (vide letra abaixo), que fala de nossa necessidade de deixar o amor inundar, invadir o mundo a fim de vivenciarmos a paz, essa mesma paz capaz de tornar imenso o amor que queremos a todo tempo experimentar.
Na verdade, a canção é uma carta que o poeta escreve ao Cristo, sem cuja presença é mesmo difícil viver por aqui, neste mundo onde os homens parecem ter perdido o endereço de Deus por desconhecerem a si mesmos.
Com o Cristo o mundo fica colorido, nós somos felizes e o coração já não reconhece incertezas. Mas é preciso que nos esforcemos, fazendo nossa parte purificando nossas almas através da mudança de pensamento e de atitudes ainda contrários ao estado de harmonioso bem-estar que tanto ansiamos.
Esse esforço é imprescindível porque somos nós, cada um de nós, os braços e pernas do Cristo, que precisa de nossa colaboração para levar aos quatro cantos do planeta a mensagem libertadora do Evangelho, esclarecendo as consciências e consolando corações aflitos.

Amor imenso 
(Nando Cordel)

Vem, tá difícil viver sem você por aqui
Vem colorir nosso mundo
e me fazer feliz
Traz teu amor, que é tão
forte e de muita beleza
Meu coração não consegue
viver na incerteza
Abre a porta e deixa entrar
essa paz que faz o amor imenso
imenso
Vamos deixar o amor enramar essa terra
Vamos deixar essa paz enraizar todo o mundo
Vamos deixar a pureza invadir nossos corações
Se transformar em corrente,
em busca de soluções
Abre a porta e deixa entrar
essa paz que faz o amor
imenso, imenso...




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Abra sua alma!