segunda-feira, 17 de março de 2014

Os pequeninos

Irmã Rafaela

Socorre-te de ti mesmo ajudando teus irmãos. É o que tens a fazer. Já te dissemos qual é tua tarefa. Tuas mãos serão ainda mais valorosas no trabalho abnegado em favor das criaturas. E daí que já faças alguma coisa? A dor do mundo é tão intensa que ainda não sentes nem a milésima parte dela! São tantas as queixas, os dramas, os problemas; tantos os infortúnios, as lamentações, os sofrimentos, quanto são poucos os que se dedicam a sofreá-los um tantinho oferecendo o lenitivo para o corpo e para a alma.
Repara, portanto, em tuas capacidades, pois podes ofertar de ti algo mais do que simples palavras. Já te dissemos também que não é por ti mesmo que o fazes, mas pelo Cristo, que precisa de tuas mãos, de tua mente e de teu coração para se fazer sentir na Terra, junto aos pequeninos desamparados, que são as ovelhas perdidas do rebanho do Divino Pastor. Lembra-te de procurá-los para vesti-los, saciar-lhes a fome e a sede e pensar suas feridas, especialmente no campo moral, causa dos muitos padecimentos nesse mundo onde as provas escruciam os incautos e atormentam os que já conseguem divisar a luz da Verdade.
A marcha é árdua, bem sabemos, e são perigosos os caminhos da realidade material; mas aquele que trilha à margem é mais sujeito aos riscos, ao passo que os emissários do Senhor protegem os de boa vontade. Não temas, pois; estamos ao teu lado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Abra sua alma!