segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Apelo

Irmã Rafaela

É certo, filhos, que as sementes germinam no tempo propício, fazendo flores ricas em beleza e perfume desabrocharem para a alegria de muitos, assim coimo fazem com que os frutos se produzam para saciar a fome de quantos estejam enfrentando as necessidades do corpo e da alma.
Nós vos convidamos a esse trabalho com o Cristo, representando na Terra o papel que o Divino Amigo realizou há tanto tempo, mas que ainda perdura na mente e no coração dos que O amam. O Cristo e seu infinito amor vibram na vida de cada um dois filhos de Deus, mesmo naqueles que ainda não despertaram para o cultivo das luminosas sementes de amor e verdade.
É convosco que Ele conta para esse despertamento de vossos irmãos ainda à margem do conhecimento e da ação benfazeja, atrasando a transformação da Humanidade.
Nós vos convidamos ao trabalho de preparação do terreno para a semeadura nos corações doloridos, espalhando a consolação; para a renovação das mentes presas à perturbação, pelo ensino da Verdade; para a libertação das alma perdidas em meio às trevas, disseminando a luz da Vida espiritual, a fim de que todos juntos, irmanados pela fé, possam caminhar com firmeza na direção do grande objetivo, que é a integração das alma na imensa alma de Deus.
Nós vos estimulamos a esquecer as próprias dores, os próprios infortúnios, para socorrer os que padecem esquecidos de sua origem e condição, distanciados de sua ligação com a fonte de toda a Vida, que é o Pai Supremo, o Deus de nós todos, o Criador, a razão de tudo que existe.
Perdidas nas ilusões do mundo e vivendo quase como animais, as pessoas se divorciam de si mesmas e, no atraso evolutivo em que se encontram, acumulam dores que hoje exigem ser sanadas através da ação solidária dos mais esclarecidos.
"Vinde a mim todos vós que sofreis", continua repetindo o Cristo, o amigo de sempre, mas poucos têm sabido atender ao amoroso apelo - e é preciso que este seja escutado por cada vez maior número. São vossos semelhantes e se encontram como estivestes um dia. Eles precisam de vós, que já conheceis a Verdade pelo Cristo. Eis, pois, vosso trabalho. Tomai a charrua, como o Mestre ensinou, e segui em frente, atuando em prol do bem.
Estamos convosco.
Muita paz.

Um comentário:

  1. Peço a Deus que eu possa continuar a ouvir este chamado e que Deus me ajude a expurgar o meu livre arbítrio para a maldade. Joselita

    ResponderExcluir

Abra sua alma!