domingo, 10 de junho de 2012

Desprendimento

Francisco Muniz

É enganoso pensarmos que estamos na Terra, espíritos reencarnados que somos, preparando nossa bagagem para a viagem de retorno à Pátria Espiritual. Em verdade, nosso dever é esvaziar a mala cheia das imperfeições e equívocos cometidos nas experiências transatas. O Cristo mesmo avisou-nos de que não deveremos levar nada quando demandarmos o Reino dos Céus, pois o que estiver conosco impedirá nossa passagem pela porta estreita. E vem o apóstolo Paulo confirmar essas palavras ao dizer que vimos ao mundo sem nada e sem nada o deixaremos, o que Emmanuel ratifica informando-nos de que nosso trajeto é solitário: não devemos contar com nada nem ninguém, embora devamos auxiliar a todos e a tudo, em nome do amor ao próprio bem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Abra sua alma!