quinta-feira, 28 de junho de 2012

Esboço V

Francisco Muniz

"Ouvistes o que foi dito aos antigos; eu, porém, vos digo..."
Com estas palavras Jesus iniciava o novo ensinamento ao povo, de forma a fazer as pessoas superarem a fase primária do aprendizado espiritual e se afeiçoarem à proposta revolucionária da reconstrução de si mesmas, para se transformarem verdadeiramente em seres espirituais, "filhos do homem" como ele próprio. Jesus, pois, pregava uma revolução, mas unicamente na dimensão do espírito, para que este, renovado, pudesse se manifestar na experiência humana sua condição intrínseca, compatível com a vivência dos postulados divinos e instalando, na prática, o Reino de Deus na Terra, espiritualizando assim a própria condição material. Essa renovação de cada um implica mudança radical de hábitos, disposições e conceitos acerca de si mesmo, do outro e da vida, pela crescente conscientização do papel que se representa no contexto local, social, planetário e cósmico, tanto como espírito encarnado quanto em sua realidade própria...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Abra sua alma!