sexta-feira, 16 de março de 2012

Reforma íntima

Francisco Muniz

Inevitável a reforma íntima, a transformação interior, naquele que já despertou para sua condição de espírito e se comprometeu quanto á vivência consciente de sua imortalidade. Inevitável porque não há outro caminho senão a mudança dos velhos hábitos, dos valores arcaicos, dos conceitos equivocados que distorcem a compreensão da verdade.
Em que consistirá, pois, essa reforma, essa mudança ou transformação senão na renovação dos princípios norteadores da boa caminhada? O homem muito conhece a respeito das coisas, mas bem pouco acerca de si mesmo - e é nesse aprendizado que ele deve se especializar a fim de que consiga ter sucesso nas transformações que é chamado a fazer em sua alma.
Quando o Cristo veio convidar a todos para o conhecimento da Verdade, foi nesse sentido que falou. Conhecer a Verdade a fim de que o Homem se veja livre, pois enquanto  isso não acontece ele está escravizado: é escravo da própria ignorância e da matéria que o embrutece. Urge, portanto, que se envidem os esforços em prol do autoconhecimento, para que o Homem, em se encontrando, reconheça-se filho do Altíssimo e passe a se comportar de acordo com essa condição representativa da Verdade imortal e absoluta.

Um comentário:

Abra sua alma!