quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Notícias de Raul Seixas

Copiado do site Pedaço de Estrela (http://www.tvpaz.tv.br/0001/cronicas/entrevista.htm)

Quando encarnada, em uma entrevista concedida ao jornalista Francisco Muniz, publicada na revista Visão Espírita n. 17, Dona Maria Eugênia, mãe de Raul Seixas, afirmou reconhecer no espírito Zílio as características de Raulzito, e disse: "O mais interessante é que muita coisa dita no livro nunca tinha sido publicada", afirmou ainda que o livro, Um Roqueiro no Além, se transformou no seu livro preferido.

Segundo ela, o mesmo Raul que se drogava era o mesmo Raul que combatia o vício, principalmente nos outros, conforme recorda, ela conta que seu filho fora procurado por um fã de Salvador, que se identificou como usuário e traficante de drogas, recebendo de Raul o conselho de trocar essa vida tão improdutiva quanto prejudicial por algo realmente útil; que se matriculasse numa escola e, estudando, construísse um futuro mais promissor. Os acontecimentos se sucederam na estrada do tempo e certo dia, quando se encontrava no leito de doente de seu marido, cerca de uns quatro anos atrás, D. Maria Eugênia viu entrar no quarto do Hospital Português, em Salvador, um homem negro, com os cabelos à moda rastafari. Era aquele a quem Raulzito aconselhara, a lhe dizer que realmente havia deixado as drogas e optara pelo estudo e hoje é proprietário de uma lanchonete no centro de Salvador. Era mais um a se deixar influenciar pelas mensagens construtivas de seu filho, nesse momento da entrevista se emociona.
Ainda emocionada, afirma: "Ele foi um pecador como todos nós e talvez um pouquinho mais. Ele sai um pouco das normas da sociedade atual, ele ultrapassou, fez coisas erradas, na nossa concepção, mas, para um artista... eu penso que um artista tem o espírito, a alma muito sensível, à flor da pele: qualquer coisa para ele é mais do que para nós."


***


Para quem não está familiarizado, o Espírito Zílio é personagem cuja história é contada no livro Um Roqueiro no Além, do médium Nelson Moraes. Pela leitura, reconhece-se em Zílio a personalidade de Raul Seixas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Abra sua alma!